terça-feira, 25 de novembro de 2008

Lullaby for Me



Para um dia poder dormi em paz, faz um tempo que não posto aqui, e não queria voltar com um post deprimente, pos não estou deprimente é meio estranho explicar isso pois sei que ninguém vai entender, estou tão de bem comigo mesmo, mas sei que vou escrever algo meio "+ou -".


Acho que nunca alguém vai poder compreender a mente do outro, por mais que alguém possa falar que conhece outra pessoa muito bem, sabe que no fundo tem algo que não sabe, e não vai poder compreender, a minha mente é daquelas que poucas gente ira entender, pois nem eu sei direito sobre ela, sou muito de ter meus 5 minutos, querer estar sozinho, de ficar bravo com alguém até bater me da vontade as vezes, mas poucas pessoas conhecem o meu outro lado, o lado de dar carinho, abraçar, chorar no ombro, segurar a mão.


Bom, chegou a hora de eu dar tchau, e até algum dia quando me der vontade de voltar a postar aqui.

Sábado pancadão na minha casa (6)

4 comentários:

Flôr de Azeviche disse...

Também gostei do seu, bem criativo.
Obrigada pela visita
Beijos

quem, quem? disse...

Ninguém entende o que a gente quer dizer, só o que eles querem entender --' Odeio essa falta de compreensão.

[Farelos e Sílabas] disse...

...

De certa forma, entenda, não ser entendido só me traz a memória o quanto somos SINGULARES!

Palavras há que são plurais, mas na vida da gente só quem entende com profundidade é quem nos habita!

Eu moro com meus próprios argumentos. Faço um exercício enorme pra aprender comigo mesmo. Eu mesmo sei que não sou fácil (só quando quero). As dúvidas, quando as tenho, deixo do lado de fora da casa...

OBRIGADO pela visita!

Volte quando quiser!

...

mateusbonez disse...

Sensacional o post. (:

http://tiomah.blogspot.com/